sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

A IMPORTÂNCIA DO COOPERATIVISMO PARA O MUNDO




By Mariah Morais

A palavra "Cooperação" é muito usada quando se deseja a colaboração daqueles ao nosso redor para a execução de tarefas, mas será este o verdadeiro significado da palavra? Certamente que não.
Quando estávamos planejando a criação da Cooperbom Turismo, pesquisamos exaustivamente sobre o termo e descobrimos o verdadeiro sentido da palavra, não o que acreditamos ser, mas o real.
Saber que o Cooperativismo é o melhor meio para mitigar as diferenças sociais, gerar emprego e renda e trazer bem-estar aos que se engajam no movimento cooperativo, é de fato maravilhoso. A crise alimentar, as questões climáticas que envolvem o planeta, o bio-combustível, estão entre os temas discutidos e trabalhados pelas cooperativas do mundo inteiro.
As cooperativas hoje, atuam em todos os setores da economia, o objetivo geral é um só: mitigar a pobreza no mundo com eficiencia e com a participação de todos, ricos e pobres, sem importar a cor, a raça ou a religião, todos se beneficiam. Entretanto, muitos associam o cooperativismo à pobreza, não tendo a menor idéia de que ao contrário, o cooperativismo surgiu nos países ricos, Inglaterra, França, Canadá, Estados Unidos, etc.
As maiores cooperativas do mundo estão na Espanha e nos Estados Unidos. No Canadá, cerca de 80% da população é cooperativada, da mesma forma que nos demais países citados, onde um número bastante significativo da população também faz parte de alguma cooperativa.
Os resilientes fazem parte de cooperativas de todos os setores, através delas eles buscam a reconstrução de suas vidas, seus países, principalmente após catástrofes.
Cooperativas como a de Mondragón na Espanha e a Navy Federal Union nos Estados Unidos, são exemplos de grandes cooperativas.
Tornar-se um cooperativado é fazer parte de um grupo empreendedor e solidário, participativo e transformador.
Segundo Roberto Rodrigues, grande mestre do cooperativismo brasileiro:

As cooperativas continuam a ser o meio para realizar sonhos. As cooperativas produzem bem-estar e democracia, mas, sobretudo produzem felicidade. As cooperativas são “a opção” e não apenas “uma opção’, porque geramos valor agregado à vida das pessoas...Quando se investe numa instituição cooperativa, se tem certeza...de que se vence a exclusão...se gera emprego, se distribui eqüitativamente a riqueza...se potencializa a produtividade...se decide democraticamente...não se atenta contra o meio ambiente...se propaga bem estar ao meio comunitário...que há vinculação com os setores econômicos de geração de produtos e serviços... que, em primeiro lugar e o mais importante, são as pessoas”. As cooperativas transferem não apenas produtos, serviços e recursos financeiros; transferem cultura” .

De fato, o cooperativismo é o meio pelo qual podemos realizar sonhos, grandes sonhos, ainda que comecem pequenos, não importa o tamanho, o importante é dar passos consecutivos, devagar e sempre, na busca pelo ideal em que acreditamos. Os sonhos são de todos nós. Juntos seremos sempre mais fortes.
A Cooperbom Turismo é um exemplo de que os sonhos podem se tornar realidade, com seus projetos para um turismo responsável e sustentável, é uma cooperativa que tem suas bases na doutrina cooperativa dos pioneiros de Rochadale.

Para saber mais sobre Roberto Rodrigues acesse o site abaixo:
http://www.radiobras.gov.br/governo/ministerio/lula_agricultura.htm

Fonte: http://www.polisystem.com.br/oceb/oceb_artigos/one_news.asp?IDNews=30

Nenhum comentário: