segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

UMA REVERÊNCIA À ARTE...CIRQUE DU SOLEIL - ALEGRIA

A arte é de fato, uma fonte de muitas "alegrias", como na letra da música título de um dos espetáculos do Cirque Du Soleil. Muitos admiram a arte, mas não a sentem com o sentimento que ela nos proporciona. É a exposição de valores estéticos, como beleza, equilíbrio, harmonia, medo e frustrações, sintetizando a história, os sentimentos, a cultura e o modo de viver de cada um. Alguns escolhem a dança, outros escolhem a pintura, a música, enfim, o importante é expressar-se.
A Cooperbom Turismo tem em seus pilares a cultura como forma de propagar a alegria que é a melhor fonte da juventude, dentre seus diversos projetos encontram-se os que se referem à cultura, às artes de forma geral. Estaremos oferecendo em breve o curso de Introdução à História da Arte com o objetivo de incentivar a nossa comunidade a entrar num mundo de cores, letras e sons.
Começemos por assistir ao vídeo da música "Alegria" do Cirque du Soleil, exemplo da difusão da arte pelo mundo, com seus espetáculos magníficos, é uma companhia circense com base em Montreal/Quebec - Canadá, fundado em 1984 por dois ex-artistas de rua, Guy Laliberté e Daniel Gauthier, em resposta a um apelo feito pelo Commissariat général aux célébrations 1534-1984
do governo de Quebec, sobre a comemoração do 450º aniversário da descoberta do Canadá pelo explorador francês Jacques Cartier (1491-1557).

O Cirque du Soleil tem sido descrito como um "circo moderno" cheio de histórias e performances estonteantes, os shows não utilizam animais. Há vários espetáculos rodando o mundo e outros fixos em cidades como Orlando e Las Vegas (EUA).

Recruta artistas e números de toda parte, seu elenco é composto por artistas de mais de 40 nacionalidades e seus números sofrem influências do teatro mambembe, do mundo circense, da ópera, do balé e do rock. O espetáculo começa através de um conceito criativo, geralmente com elementos de uma história central, aliada ao desenvolvimento do design do show e a seleção de um compositor para a música. Há contorcionismo, malabarismo, palhaços e trapezistas, todos com roupas coloridas e maquiagens. Demonstra traços medievais e barrocos. Os shows fazem uso de música ao vivo, a língua falada durante o espetáculo é o "Cirquish", um dialeto imaginário criado pela companhia.

A trupe do circo é hoje membro da Calçada da Fama do Canadá. Suas performances disponibilizam-se em DVDs e CDs, e estão sempre com espetáculos em toda parte do planeta.

Os espetáculos do Cirque du Soleil tem como um dos grandes destaques a trilha sonora, sempre influenciada por ritmos musicais atuais. Dentre vários compositores que já trabalharam no cirque, os mais requisitados são René Dupéré, Benoit Jutras e Violaine Corradi.
Vale a pena sentir essa "alegria" assistindo a um dos espetáculos pelo mundo.

Fonte e site oficial: http://www.cirquedusoleil.com

Nenhum comentário: