quinta-feira, 6 de agosto de 2009

AEROPORTO DE ILHÉUS VOLTARÁ A OPERAR NORMALMENTE EM OUTUBRO

Foto: joséliamaria

O brigadeiro Jorge Godinho, secretário de Aviação Civil do Ministério da Defesa, anunciou que será permitida a volta dos voos noturnos ao aeroporto de Ilhéus (472 km de Salvador) a partir de outubro, restabelecendo a normalidade do seu funcionamento interrompida desde setembro de 2007. A decisão foi anunciada como resultado de uma reunião realizada na tarde de sexta-feira (24 de julho), na Secretaria de Aviação Civil do Ministério da Defesa.

O governador da Bahia, Jaques Wagner apelou ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e ao ministro da Defesa, Nelson Jobim, em encontro realizado no dia 20 de julho, por uma solução técnica para que os voos noturnos fossem restabelecidos imediatamente. o governador alegou que os 67 obstáculos apontados como motivos da suspensão dos voos foram retirados e não havia mais o que justificasse tal proibição.

Ainda de acordo com o governador, o município não tinha mais como suportar a falta dos voos noturnos e os prejuízos incalculáveis para a economia e o turismo de Ilhéus e região. O brigadeiro Jorge Godinho ouviu as reivindicações das partes e, após consultas ao brigadeiro Ramon, à Infraero, estatal que administra os aeroportos, e à Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), determinou as mudanças de procedimentos de pouso e decolagem como forma de viabilizar a aterrissagem noturna na pista do aeroporto Jorge Amado.

As alterações serão efetivadas a partir de outubro após a elaboração de uma nova Notam (Notificação de Tráfico Aéreo). Segundo o secretário estadual do Turismo, Domingos Leonelli, a mudança foi o resultado de uma mobilização intensa da comunidade de Ilhéus e da ação decisiva do governador Jaques Wagner junto ao presidente Lula. "Foi fundamental a participação do empresariado, de comunidade da região cacaueira, especialmente, do trade turístico da Costa do Cacau", disse ele.

O secretário afirmou que a volta dos voos noturnos para Ilhéus é uma vitória do turismo e da economia da região. Segundo o brigadeiro Godinho, a mudança de procedimentos será alterada de forma a permitir um novo planejamento na aproximação das aeronaves da pista de pouso do aeroporto Jorge Amado. "Serão novos procedimentos técnicos de aproximação da pista com toda a segurança exigida", garantiu o brigadeiro.
A deputada Angela Sousa e o secretário Alfredo Landim ressaltaram os prejuízos econômicos. Segundo eles, a queda no movimento em razão da perda dos voos acoplada à crise financeira internacional, resultou em perdas econômicas significativas para o Pólo de Informática de Ilhéus, cuja receita caiu de R$ 2 bilhões para R$ 1 bilhão, além da queda sensível no número de turistas e no movimento do Centro de Convenções de Ilhéus.

Setor produtivo de Ilhéus e região comemora

Segundo o empresário Luigi Massa, que também preside a Câmara de Turismo da Costa do Cacau, essa retomada de operações do aeroporto pode garantir melhorias para o setor em um curto prazo.

“Aliada à chegada da alta estação, essa nova resolução nos enche de otimismo, pois não só o turismo como a indústria e outros negócios na cidade também foram afetados”, afirmou Luiggi, que também prevê que o funcionamento normal do aeroporto deverá garantir ainda a permanência de empresas na região. Antes da resolução, o aeroporto operava com 17 voos. Atualmente, seis voos ligam Ilhéus a Salvador e cidades do Sudeste do país pelas companhias Tam, Gol e Trip - este último iniciado no primeiro semestre de 2009.

Fonte: alagoinhasnotícias e bol.com.br

Nenhum comentário: