terça-feira, 13 de outubro de 2009

TURISMO RESPONSÁVEL - A COOPERBOM TURISMO LEVA SEUS COOPERADOS À ILHA DE BOIPEBA

Clique para ampliar as fotos.

Neste final de semana próximo passado, a Cooperbom Turismo, uma Cooperativa de Turismo Responsável, levou seus cooperados para a Ilha de Boipeba - Cairú - Bahia.
Um lugar paradisíaco, cheio de encantos e muitos turistas provenientes do Brasil e do mundo.

O Turismo Responsável apresenta-se como uma alternativa para o desenvolvimento do turismo, sua base está na melhoria da qualidade de vida das comunidades visitadas e na conservação das belezas naturais do local.
A Ilha de Boipeba está inserida no Arquipélago de Tinharé que é composto por trinta e seis ilhas. O arquipélago esta localizado no baixo sul da Bahia, próxima as cidades de Valença, Nilo Peçanha, Ituberá e Taperoá. A sede que administra todo o arquipélago fica na Ilha de Cairú, na cidade de Cairú que é o único município e arquipélago do Brasil. O arquipélago é banhado de um lado pelo Rio do Inferno e seus afluentes onde se torna a navegação traiçoeira e muito difícil por causa das bancadas de areias do Rio do Inferno. O outro lado é banhado pelo oceano atlântico com enormes variedades de recifes, que formam em alguns locais, canais de difícil acesso para algumas praias mesmo na maré cheia. O arquipélago tem cerca de 460 quilômetros quadrados.

O arquipélago possui em media de doze povoados sendo eles, na Ilha de Tinharé: Morro de São Paulo, Gamboa, Galeão, Zimbo, Guarapuá e Canavieira. Na Ilha de Boipeba existem os povoados de Velha Boipeba, Monte Alegre, São Sebastião (Cova da Onça) e Moreré. Na Ilha de Cairú, além da cidade de Cairú onde está à prefeitura do arquipélago há o povoado de Torrinhas. O arquipélago possui aproximadamente doze mil habitantes divididos nas vinte e seis ilhas.

Existe uma floresta densa de mata atlântica, restinga, dunas, serrados, extensos manguezais e praias. As áreas florestais encontradas na ilha servem como abrigo para diversas espécies de animais, destacando-se numa variedade de aves, colibris, tatus, raposas, répteis entre outros. O município contém uma Área de Proteção Ambiental (APA Tinharé-Boipeba, decreto estadual de 24 de junho de 1992), sob a coordenação do CRA - Centro de Recursos Ambientais, subdividida em duas áreas: AID - Área de Influência Direta, representada pelas Ilhas de Tinharé e Boipeba; e a AII - Área de Influência Indireta, que inclui a Micro-região de Valença.

Vale uma visita à Boipeba. Para saber mais da história, acesse o site:


Nenhum comentário: