sábado, 16 de janeiro de 2010

MATÉRIA VEICULADA NA REVISTA FOLHA DA PRAIA É ASSUNTO PARA INTERNAUTAS

Cel. Winston Meireles, Maria Morais, Elisabeth Custodio e Sócrates Moquete
(Diretores da Cooperbom Turismo)

A matéria veiculada na Revista Folha da Praia sobre as atividades da Cooperbom Turismo, tem sido assunto entre internautas que querem conhecer melhor este projeto para Ilhéus. Leiam na íntegra.

COOPERBOM TURISMO LTDA - UMA COOPERATIVA INOVADORA EM NOSSA REGIÃO.

Embora haja uma enorme dificuldade em nosso município para a cooperação, visto que também o próprio país não possui cultura cooperativista, afinal enquanto na Europa 67% das pessoas economicamente viáveis estão associadas ao cooperativismo, USA 68%, Canadá cerca de 80%, no Brasil só temos insignificantes 3%, não se poderia, dentro deste contexto, esperar que a cidade de Ilhéus fosse muito diferente, ou seja, também aqui não se valoriza a importância do cooperativismo na vida das pessoas.

Contra esta torrente de falta de conhecimento ou cultura cooperativista, a COOPERBOM TURISMO, que é uma cooperativa de turismo, cultura, esporte e lazer, responsável e sustentável, vem dando uma verdadeira aula de superação ao estimular a participação das pessoas entorno do que a região mais precisa: união e solidariedade de seus moradores com a intenção de superar suas crises, seus diretores Cel. Winston Meireles (Presidente) e Maria Morais, tem trabalhado diuturnamente para que este projeto que já é uma realidade em Ilhéus, cresça e se solidifique em nossa comunidade.

Independente da administração pública, ela está fazendo o cidadão comum dar as mãos e criar a força necessária no sentido de oferecer à região, oportunidades de poder alavancar o nosso tão combalido turismo local.

Ao invés de somente reclamar dos serviços públicos ou de quem não faz - o que é muito comum em nosso meio e onde os reclamantes jamais tomam qualquer iniciativa para mudar ostatus quo - a cooperativa, surpreendentemente, representa homens e mulheres, médicos, advogados, arquitetos, dona de casa, comerciantes e empresários, com o objetivo de compartilhar uma proposta que é inovadora a nível local e nacional.

Ela traz em seu bojo um projeto de união dos moradores do município, região e país, em um processo novo e sistematizado de melhoria de nossa capacidade de fazer e proporcionar o turismo de forma responsável e sustentável.

Mas o que é a COOPERBOM TURISMO?

Com quase dois anos desde a sua primeira assembléia em novembro de 2007 e tendo a cidade de Ilhéus o privilégio de tê-la como idealizadora e campo fértil para início de seus trabalhos, hoje a COOPERBOM TURISMO, já relacionada a nível mundial entre as 90 cooperativas de turismo associadas a TICA - International Association of Tourism Co-operatives, tem como objetivo, movimentar e sustentar o turismo regional e nacional, captando turistas do país e do exterior, principalmente na “baixa estação”, com preços atrativos, em um programa de fidelidade do turista, fazendo dele um parceiro e não apenas um visitante ocasional.

Promove eventos culturais e turísticos e se organiza para trabalhar com uma central de informações turísticas e uma central de compras e negócios para empresários da rede hoteleira, restaurantes e bares, voltados ao seguimento turístico.

Uma de suas inúmeras vantagens é oferecer aos seus associados à possibilidade de participar dos convênios que estão sendo aperfeiçoados com as diversas redes de consumo e serviços, educação e cultura, onde aqueles que participam da cooperativa conseguem obter significativos descontos e compartilhar seus talentos e negócios.

Tem como essência, preocupar-se ativamente em proporcionar um turismo que seja economicamente e socialmente responsável e sustentável.

Por outro lado, dentro do 7º Princípio Cooperativista, o interesse pela comunidade, a cooperativa tem como escopo a diminuição das diferenças sociais com a criação de cursos voltados ao turismo, o incentivo, orientação, apoio e acompanhamento de trabalhos e serviços direcionados de forma cooperativa ao turismo regional.

Mesmo ainda sem ter divulgação local, a COOPERBOM TURISMO, já possui associados em algumas capitais brasileiras encantados com seu projeto. Um desses, morador do Recife, apaixonou-se pela idéia e acabou de financiar, a ida de diretores da cooperativa à capital pernambucana no intuito de criar um núcleo da cooperativa naquela capital.

Da mesma forma, uma cooperativa de transporte alternativo de nível estadual, de Vitória da Conquista, com núcleos em pelo menos 90 cidades do interior, também vislumbrou a oportunidade de trabalharem em intercooperação – afinal uma complementa a outra e ambas se fortalecem – o que fez com as duas cooperativas passassem a iniciar um processo de parcerias em seus núcleos no interior baiano.

Para surpresa de muitos, a COOPERBOM TURISMO já vem sendo reconhecida internacionalmente, através de uma das mais antigas universidades de Londres, a London South Bank University, com 160 anos de história.

Desde o dia 01 de setembro deste ano, as estagiárias Valentina Ravasio, italiana, e Evandra Lassalette, portuguesa, encontram-se trabalhando com a cooperativa em projetos voltados ao desenvolvimento do turismo regional.

Mesmo fazendo um notável trabalho de convencimento que extrapolou as fronteiras do Brasil, ainda é necessário e fundamental que as pessoas de nosso município, principalmente empresários e formadores de opinião, com o apoio da Secretaria de Turismo, quebrem o preconceito local da falta de união participativa e, não somente conheçam os excelentes projetos dessa inovadora cooperativa, como também passem a fazer parte ativa de seu processo, não somente a procura de benefícios imediatos, mas no intuito de estimularem, de forma pessoal e concreta a reorganização e melhoria do turismo local.

Trata-se, em verdade, de uma grande saída para o município – principalmente pelo conceito de cooperação - para que haja uma reviravolta em nosso segmento turístico, o que poderá tornar nosso município um modelo exemplar de turismo cooperativo responsável e sustentável, não apenas para a região como também para o país.

Para associar-se à cooperativa é muito simples, deve-se contribuir com somente R$ 30,00, durante 36 meses e, a partir daí, passar a pagar apenas R$ 10,00 ao mês de taxa administrativa.

Nenhum comentário: