TRANSLATOR - Choose your language and read our blog pages.

terça-feira, 20 de abril de 2021

PROJETO AESOP SOBRE O TEMA TRADIÇÕES ORAIS E HERANÇA CULTURAL EM ILHÉUS

AESOP é um projeto de capacitação para jovens que visa desenvolver suas capacidades e competências para que através de técnicas de contação de histórias e recursos disponíveis relacionados com a tradição oral, possam promover o desenvolvimento local.

O ano de 2018 foi nomeado o Ano Europeu do Património Cultural com o lema “A nossa herança: onde o passado encontra o futuro”. A principal motivação deste projeto é baseada nisso. Visa criar oportunidades culturais e empresariais para os jovens, o futuro de cada país, explorando as culturas populares intangíveis, principalmente as tradições orais e as culturas folclóricas, como contação de histórias, jogos, canções, danças e festivais do passado. O Patrimônio Cultural Imaterial é a riqueza de conhecimentos, cultura e habilidades que são transmitidos de uma geração para a outra. Tem valor universal para indivíduos, comunidades e sociedades e é importante ser preservado e transmitido, não como algo estático, mas como algo que está realmente evoluindo através do nosso envolvimento com ele.

Atualmente, um grande problema enfrentado pelo setor do patrimônio é o desaparecimento progressivo das habilidades, tradições e artes tradicionais. Isso ocorre porque a urbanização e o modo de vida moderno afastam os jovens do modo de vida tradicional vinculado a essas tradições. No entanto, ao mesmo tempo, o desemprego juvenil é muito alto, especialmente entre a ex-população rural que atualmente vive nas periferias de grandes centros urbanos. O patrimônio cultural é uma fonte de renda muito importante para as economias industrializadas e em desenvolvimento, especialmente em países que são caracterizados por importantes recursos nacionais e culturais. No entanto, embora haja um imenso escopo neste campo, existem muitas oportunidades que são deixadas inexploradas hoje, especialmente relacionadas com tradições orais e histórias que ainda não são vistas como uma fonte potencial de empoderamento juvenil e desenvolvimento local, especialmente para comunidades carentes com enorme capital cultural, mas recursos econômicos muito escassos. Esta necessidade foi identificada também pela Comissão Europeia que, em consonância com os objetivos da Agenda Europeia para a Cultura e a Comunicação da Comissão Europeia “Para uma abordagem integrada do património cultural na Europa” destaca a necessidade de valorizar o social da património cultural e a necessidade de reforçar a sua contribuição para o crescimento económico e a criação de empregos.

As tradições orais em todo o mundo têm muitos elementos comuns. Porque os homens comuns, em todo o mundo, enfrentam problemas semelhantes, possuindo meios elementares semelhantes para enfrentá-los. Com isso, eles os comunicam com outras pessoas, principalmente por meio da sabedoria popular moldada por essas realidades, que derivam principalmente dos contos de fadas e da tradição oral.

O projeto AESOP se concentrará nos seguintes tópicos:

- Do ponto de vista empresarial, o projeto explorará formas e meios de valorizar os elementos tradicionais da cultura local por parte dos jovens, de forma a torná-los mais apelativos ao público e a fazer com que contribuam com o turismo, cultura e educação. desenvolvimento.

- Do ponto de vista cultural, nos dará a oportunidade de trabalhar com jovens com formação artística em contação de histórias e teatro com o objetivo de capacitar-se e dar vida a contos oriundos de diferentes partes do mundo que no entanto possuem muitos elementos em comum.

A promoção do património cultural imaterial e da tradição oral é uma prioridade tanto nos países Parceiros que participam no projeto como nos países europeus. O Vietnã e o Brasil possuem ativos de Patrimônio Cultural Imaterial (ICH) muito importantes que, no entanto, têm um impacto muito pequeno no desenvolvimento local. Em Espanha e na Grécia, o desemprego juvenil é muito elevado e o ICH representa um grande potencial tanto para reduzir o desemprego juvenil como para contribuir para o desenvolvimento local.

O projeto vai organizar três seminários de capacitação dirigidos a animadores juvenis, um guia para animadores juvenis, investigação para a identificação dos ativos patrimoniais culturais relevantes e uma plataforma onde cada jovem que participará nas atividades publicará as suas atividades.

O projeto será implementado por 5 organizações parceiras de 4 países e 3 continentes (Grécia, Espanha, Brasil e Vietnã) que representam ONGs e organizações teatrais e culturais ativas no campo da juventude, aproximando assim os dois grupos.

Todas as atividades são baseadas em uma variedade de metodologias educacionais não formais, incluindo seminários, visitas de estudo, debates, bem como um curso de certificação em reportagem comunitária.

Também serão organizadas performances locais em cada país em cooperação com uma atividade de contação de histórias que será organizada no final do projeto no Brasil em Ilhéus. O projeto vai desenvolver uma série de recursos educacionais abertos para o público  jovem e interessados em trabalhar os tópicos desenvolvidos a nível local. Ao final do projeto, espera-se que os animadores e jovens desenvolvam significativamente suas competências em relação ao uso do patrimônio cultural imaterial como fonte de desenvolvimento local e inclusão social de pessoas marginalizadas.

O projeto é coordenado pelo teatro Aeroploio - Topos Allou da Grécia e co-coordenado pelos parceiros do consórcio em seus países de origem, A Cooperbom Turismo coordena no Brasil com as atividades a serem desenvolvidas em Ilhéus.

Visite nossas redes sociais. @cooperbomturismoilheus @cooperbomturismo e Facebook

quarta-feira, 7 de abril de 2021

Bolha social segura MSC Cruzeiros


O MSC Grandiosa partiu no domingo, 24 de janeiro, do porto de Gênova, na Itália, para retomar os cruzeiros regulares de sete noites programados no Mediterrâneo, após uma curta pausa nas operações durante as festividades de fim de ano. O navio havia suspendido temporariamente sua navegação em decorrência do decreto italiano que restringia a circulação no país.

Desde que o MSC Grandiosa recebeu os hóspedes de volta a bordo em meados de agosto, recebemos mais de 30.000 hóspedes e o feedback deles até agora foi extremamente positivo, tanto que alguns hóspedes optaram por estender sua estadia a bordo por uma ou mais semanas.

O nosso protocolo de saúde e segurança ajudou a definir o padrão para o setor, tornando a viagem em um navio da MSC Cruzeiros uma das maneiras mais seguras de realizar férias incríveis.

Confira o vídeo abaixo que mostra como proporcionamos férias seguras e tranquilas para nossos hóspedes por meio da Bolha Social Segura MSC Cruzeiros. A bordo, triagem para COVID-19 antes e durante o cruzeiro, distanciamento social, excursões protegidas, limpeza e higienização constantes e equipe totalmente treinada.


domingo, 13 de dezembro de 2020

Sala Verde de Ilhéus "Sementes do Amanhã" promove disseminação de ação ocorrida na Sapetinga

Sala Verde de Ilhéus – Sementes do Amanhã

Por Maria Morais (Coordenadora da Sala Verde de Ilhéus)

Apresenta o Projeto “Bairro Limpo”, iniciativa dos moradores de Sapetinga, para melhoria da qualidade socioambiental .

Sala Verde de Ilhéus – Sementes do Amanhã, mantida pela Cooperbom Turismo, apresenta o Projeto “Bairro Limpo”, uma iniciativa dos moradores de Sapetinga, bairro de onde se pode apreciar o mais belo pôr do sol da cidade.

A proposta do projeto surgiu a partir das demandas apresentadas por muitos moradores, relacionadas ao estado de deterioração da qualidade de vida do bairro. Na percepção deles, a degradação do ambiente se deve a invasão dos espaços públicos da Sapetinga, por diferentes grupos de pessoas que, a pretexto de usufruir a beleza cênica da sua orla – o famoso “por de sol”, passaram a modificar a dinâmica dele. Paralelamente, problemas já existentes foram agravados e inúmeras denúncias foram encaminhadas aos órgãos ambientais, sem, no entanto, haver alteração da situação.

A partir das questões/preocupações apontadas, por meio de sensibilização dos moradores, através das redes sociais, foi pensada uma ação educativa para conscientização ambiental. Primeiro, foram elencados os principais problemas, tanto os provocados por elementos externos ao bairro, quanto os provocados por alguns moradores.

Problemas causados por pessoas externas ao bairro:

1.   Lixo constantemente deixado nas calçadas ao longo da orla e nas ruas que dão acesso à mesma (garrafas de bebidas, plásticas e de vidro, copos, pratos e talheres descartáveis, papel, bitucas de cigarro, dentre outros);

2.   som de carros, em alto volume, a qualquer hora do dia ou da noite, perturbando a paz e o sossego dos moradores;

3.   uso da quadra de vôlei, das 8h da manhã às 2h da madrugada, sem respeito às normas de não aglomeração, em função da pandemia de COVID-19, nem ao sossego e trabalho dos moradores, tornando inviável o bem-estar mental e a prática de “home office”.

4.   uso de muro de residências e de árvores das áreas verdes, como banheiro;

5.   estacionamento de carros, motocicletas, suportes para barcos e jet ski sobre as áreas verdes, calçadas e saídas de garagem dos moradores.

Problemas causados por moradores do bairro:

1.   despejo de entulho, oriundo de obras privadas, realizadas no bairro, no Rio Cachoeira;

2.   dejetos de cachorros, deixados ao longo das calçadas e nas áreas verdes, ou jogados no rio;

3.   despejo de lixo doméstico, no Rio Cachoeira.

Após esta primeira etapa de diagnóstico, foram estabelecidas metas/ações e, em seguida, foi realizada campanha de arrecadação de recursos, junto aos moradores e amigos, sensibilizados pela proposta, para se trabalhar o tema no bairro.

As metas/ações estabelecidas foram:

1.   Criação de mural grafitado na área da orla do rio abordando as questões apontadas;

2.   Produção de placas educativas, para instalação ao longo da orla e na área verde, entre a igreja e o acesso ao Colégio da Polícia Militar de Ilhéus, com menção aos diferentes problemas apontados;

3.   Produção de banner com estímulo à reflexão sobre qual o ambiente de bairro que se deseja;

4.   Mutirão de limpeza da orla da Sapetinga;

5.   Promoção de ações de divulgação científica voltadas às questões ambientais do bairro.

As ações do Projeto “Bairro Limpo” tiveram início em setembro e se estenderão até dezembro de 2020, e depois, continuarão, de janeiro a março de 2021. Até o momento realizaram-se as seguintes ações:

1.   Criação de Mural, em muros cedidos por dois moradores, para a arte de rua/grafitagem, realizada artista plástico Aldo Silva (Dado), cujo tema central foi BAIRRO LIMPO, com o objetivo de chamar a atenção para os diversos problemas apontados. O processo de produção, aberto ao acompanhamento de todos, foi realizado na primeira quinzena de outubro, e já foi finalizado, sendo entregue no dia 17 de outubro;

2.   Confecção e instalação, no dia 17 de outubro, de onze placas educativas sobre danos causados, com as respectivas leis ambientais, ao longo da orla do rio e na área verde, entre a igreja e o acesso ao Colégio da Polícia Militar de Ilhéus;

3.   Confecção e instalação, também em 17 de outubro, na quadra de esportes da orla do rio, de um banner, instigando a reflexão sobre o bairro que os moradores desejam;

E as ações previstas/programadas, para os próximos meses, são:

1.   Ação de limpeza (Mutirão) da orla do rio, envolvendo moradores (crianças e jovens), em parceria com o GAP (Grupo de Amigos da Praia), que estava programada para o dia 17 de outubro, mas foi adiada, em virtude das fortes chuvas. Esta ação foi remarcada para período de melhor maré, neste mês de novembro.

2.   Realização de coletas pontuais, ao longo da orla, a serem programadas para cada final de semana dos meses de novembro/dezembro de 2020 e de janeiro a março de 2021, para demonstrar a importância dos cuidados com o lixo depositado no rio e conscientização da importância das ações individuais e coletivas;

3.   Promoção de ações de divulgação científica – exposição de banners, exposição de coleções científicas, distribuição de folders, palestras curtas ao ar livre, entre outras, voltadas às questões ambientais, do bairro e da Cidade de Ilhéus, a serem desenvolvidas no espaço da quadra de esportes da orla, durante o período da tarde/noite, nos finais de semana e feriados, quando a visitação ao bairro é mais intensa.

Com a colaboração dos moradores e das professoras Claudia RibeiroErminda Couto e Teresa Loureiro, e da engenheira ambiental Dayse Azevedo, voluntárias, idealizadoras e coordenadores do Projeto “Bairro Limpo“, foi possível realizar as ações, que estão tornando o bairro Sapetinga mais bonito e organizado.

Abaixo seguem as imagens da beleza cênica do bairro da Sapetinga, registros dos impactos negativos, bem como das ações do Projeto “Bairro Limpo” já realizadas ( Murais, banners e placas produzidas e instaladas).


    Fonte: http://salasverdes.mma.gov.br/sala-verde-de-ilheus-sementes-do-amanha/

    #salasverdesmma   #educacaoambiental  #cooperbomturismoilheus

PROJETO "Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável - Inspiração para o Empreendedorismo Juvenil" em Ilhéus.

Iniciamos neste dia 09 de dezembro com o kick-off meeting online, o projeto "Sustainable Development Goals - Inspiration for Youth Entrepreneurship (SDGIYE)", co-financiado pelo Programa Erasmus+ da União Europeia. Infelizmente, devido ao período de pandemia, nossa primeira reunião com os parceiros europeus e latino americanos nesta última quinta-feira 09, ocorreu via Skype, as próximas atividades serão adaptadas para 2021.

O projeto é formado por um consórcio de 5 países: Brasil, Argentina, Itália, Polônia e Uruguai e envolverá diversas atividades. 

O objetivo principal é promover o empreendedorismo juvenil na área de microempresas com a aplicação dos "Objetivos do Desenvolvimento Sustentável - ODS" ao grupo-alvo através de uma formação de qualidade que proporcione desenvolvimento profissional, transferindo metodologias inovadoras para melhorar as competências empresariais dos jovens e a sensibilização para a necessidade de desenvolvimento sustentável nos negócios e na vida, tanto na União Europeia como na América Latina.

O projeto consiste de várias ações principais: kick-off meeting, criação da plataforma online, curso e-learning, curso de formação para mentores, job shadowing (visita supervisionada) para mentores, dois intercâmbios para jovens (18 a 30 anos) e uma conferência final. Durante todo o projeto as atividades de divulgação serão continuas.

A educação não formal é a ferramenta utilizada pelo projeto SDGIYE, não apenas para contribuir com a formação e melhorar a empregabilidade, mas também para promover a Agenda de Desenvolvimento Sustentável, inclusão social, tolerância, respeito pela diversidade e não discriminação.

A Cooperbom Turismo estará em breve abrindo inscrições para jovens locais interessados em participarem do projeto que conta com 2 intercâmbios e cursos de capacitação online, também estaremos recebendo em Ilhéus representantes da Polônia que ficarão por 7 dias participando de diversas atividades em nossa cidade. A programação será adaptada para o período pós-pandemia em 2021.

quinta-feira, 22 de outubro de 2020

MESTRADOS E DOUTORADOS COM BOLSAS DO PROGRAMA ERASMUS MUNDUS DA UNIÃO EUROPEIA

 


*Mestrados "Erasmus Mundus"
São Mestrados COMPLETOS! Não há modalidade sanduíche. É possível se candidatar para no MÁXIMO 3 programas.

A lista de Mestrados "Erasmus Mundus" oferecidos atualmente (cerca de 100 Mestrados) está listados em:
https://eacea.ec.europa.eu/erasmus-plus/library/scholarships-catalogue_en

Doutorados:
Os programas de doutorado ocorrem no âmbito das Ações do Marie Sklodowska-Curie que são parte integrante do Programa de Pesquisa e Inovação chamado Horizon’s 2020. Oportunidades podem ser encontradas em:
Horizon 2020 - http://ec.europa.eu/programmes/horizon2020/en/
Marie Curie – http://ec.europa.eu/research/mariecurieactions/index_en.htm

ALGUMAS RESPOSTAS PARA DÚVIDAS COMUNS SOBRE OS MESTRADOS *ERASMUS MUNDUS*:

- Cada um dos 100 Mestrados possui pré-requisitos diferentes. Ao visitar o Website do seu curso de interesse, leia atentamente os pré-requisitos e siga o passo a passo para a candidatura (tudo é bem explicado no site de cada curso/programa, não existe edital como no Brasil). Depois de ler atentamente as informações no site do programa, caso ainda exista alguma dúvida, a sugestão é contatar a coordenação do curso pretendido para obter a informação.
- Os pré-requisitos de cada programa variam, mas normalmente os documentos (mínimos) exigidos pela maioria dos cursos são:
- Diplomas: Diploma de conclusão de curso e histórico escolar (cópias certificadas e tradução juramentada da graduação e/ou mestrado), que varia com o curso pretendido (mestrado ou doutorado).
- Tradução (Certified translation): as traduções devem ser juramentadas, ou seja, feita por uma pessoa que tem autorização para isso. Em cada Estado do Brasil existe uma lista de tradutores autorizados, que pode ser encontrada no Google. Na Bahia estão na Juceb (Salvador). Algumas Universidades no Brasil emitem documentos em inglês, portanto não será necessário gastos extras com tradução (para quem está finalizando a graduação).
- Cópias certificadas (Certified true copies): são cópias dos documentos originais feitas em orgãos públicos, que irão atestar a veracidade do documento. No Brasil, geralmente são feitos em cartórios, registros, polícia, embaixadas. Não envie documentos originais ou cópias simples (apenas um xerox), mas sim cópias certificadas.
- Carta de motivação (Statement of Purpose/Motivattion Letter): é uma carta na qual o/a candidato/a deve explicar porque é o candidato ideal para o curso pretendido. Use este momento para explicar como a trajetória de estudos, trabalho, voluntariado se relaciona com o curso pretendido e como esse curso será relevante para os planos futuros. Não são fornecidas exemplos de carta de motivação por motivos óbvios: elas ficariam todas iguais.
- Carta de recomendação (recommendation letter): as cartas devem ser escritas por pessoas (Professores, Coordenadores, Chefes). Opte por alguém que de fato conhece você. Sugestão: peça folha timbrada, carimbo, assinatura e tudo que possa atestar veracidade. Alguns cursos pedem carta de recomendação selada, isso quer dizer, dentro de envelope fechado. Esteja sempre atento para as orientações específicas do curso pretendido.
- Teste de proficiência (proficiency exam for a foreign language): prova oficial para comprovar conhecimento de idioma estrageiro.  IELTS, TOEFL IBT (TOEFL ITP normalmente não é aceito), DELF, etc.
- Dicas: agende a prova de proficiência com antecedência e fique atento a sua validade (ex: TOEFL ibt tem validade de 2 anos). Os cursos podem divergir na pontuação mínima, alguns são mais exigentes e outros menos.
- Comprovante de residência (Proof of residence): varia de instituição e curso, portanto caso não esteja listado no site os documentos que serão aceitos como comprovante de residência, melhor perguntar na coordenação do curso pretendido. Em alguns casos  podem ser aceitas as páginas do passaporte escaneadas ou até mesmo uma conta de telefone com nome e endereço. Sugestão: opte sempre por documentos emitidos por orgãos oficiais, por exemplo: comprovante eleitoral (presume-se que você vote em Ilhéus) emitido pelo cartório eleitoral local.
- Prazos de inscrição (Deadlines): varia de curso para curso.  Em regra geral: as candidaturas abrem em Outubro, sendo que o prazo para candidatos com bolsa de estudos acaba meses antes do que candidaturas sem bolsa de estudos (self funded students).Os resultados geralmente são enviados por email nos meses de Abril e Maio e o início das aulas é em Setembro.
- Sugiro que inicie as buscas dos documentos o quanto antes e fique atento para o envio de TODOS os documentos, pois a documentação incompleta é geralmente o primeiro fator para a exclusão.
- Não existe limite de idade.

Boa Sorte!

Maria Morais
Gerente de Projetos/Coordenadora de Cursos e Treinamentos
Cooperbom Turismo




quarta-feira, 12 de fevereiro de 2020

Projeto “It’s Time! – Chapter 2” – Kickoff Meeting em Praga - República Tcheca



O Projeto "It's Time - Chapter 2" cofinanciado pelo Programa Erasmus+ da União Europeia, reuniu os parceiros do consórcio de 31.01 a 03.02.2020 em Praga, na República Tcheca. O projeto está sob coordenação internacional da NGO Club for Youth Empowerment 018 (KOM 018) da Sérvia, em cooperação com a Cooperbom Turismo (Brasil), Beyond Borders (Itália), SPPMD (Macedônia do Norte), Art Republique (República Tcheca), Circulo Raíces Sardas (Argentina) e Audele (Uruguai).



Projeto "It’s Time – Chapter 2 ” reunirá jovens ativos da Europa e da América Latina para trabalhar em questões relacionadas a gênero: explorar a produção de vídeo, fotografia e música como ferramentas para os jovens trabalharem em projetos e atividades relacionadas a gênero e desenvolver novas formas de tratar o tema das desigualdades e da violência de gênero; aprofundar seus conhecimentos e aprimorar suas habilidades para organizar campanhas de conscientização e motivar outros jovens a participarem ativamente da promoção da igualdade de gênero e do combate à violência; para desenvolver a segunda edição do “manual do projeto Its Time – Chapter 2 - trabalho juvenil e perspectiva de gênero”.

De acordo com Maria Morais, coordenadora nacional do projeto, as atividades incluirão 1 Training Course na Sérvia, 1 Intercâmbio na Macedônia e 1 Conferência Final no Uruguai.

Para participar das mobilidades internacionais, serão selecionados 3 jovens ilheenses com habilidades na área de música, áudio-visual e fotografia. É requisito necessário ter mais de 18 anos, Inglês intermediário, passaporte válido, currículo atualizado + carta de motivação. É pré-requisito ter disponibilidade para desenvolver as atividades locais após as mobilidades.


Inscrições imediatas através do email: cooperbomturismo@hotmail.com  sob o  título: Seleção Projeto – Its Time 2.

#cooperbomturismo #erasmusplus #capacitybuildingproject #itstime2project   #voluntariadobrasil   #volunteerwork   #internationalmobility

 @cooperbomturismo   @cooperbomturismoilheus


quinta-feira, 24 de outubro de 2019

PROJETO CTAFOYE SOBRE TURISMO CULTURAL E EMPREENDEDORISMO TERÁ CONFERÊNCIA REALIZADA NESTE DIA 25 DE OUTUBRO EM ILHÉUS

A Cooperbom Turismo convida toda a comunidade a participar da Conferência do Projeto CTAFOYE - Turismo Cultural como Forma de Empreendedorismo Juvenil, cofinanciado pela União Europeia, a realizar-se nesta sexta-feira às 09:00 hora local, no auditório do CEEP do Chocolate no Malhado.
Programação:
– Apresentação do Projeto
– Experiências dos Jovens Intercambistas na Polônia e em Palestra – “Turismo Cultural e o Mercado de Trabalho – Oportunidades” com o Professor Reinaldo Soares
– Apresentação da Plataforma de Cursos Online do projeto
– Finalização e Entrega dos Certificados.
Inscrições no local.

        #erasmusplus2019 #ctafoyeproject #ctafoyemobility #cooperbomturismoilheus #cooperbomturismo

sexta-feira, 2 de agosto de 2019

COOPERBOM TURISMO E PROJETO CUSPYDAL - CURSO DE FORMAÇÃO EM LIDERANÇA JUVENIL NA ITÁLIA

A Cooperbom Turismo, atuando desde 2007 em Ilhéus, selecionou 3 (três) participantes locais para o Projeto Cuspydal - “Customized Support to Youth Development of Active Leadership” no âmbito de Capacity Building Youth co-financiado pelo Programa Erasmus+ da União Europeia. 
As selecionadas foram:  1.Tatiana Correia Pereira Nascimento (Professora do Eixo Turismo do Ceep do Chocolate Nelson Schaun e aluna do Curso de Inglês do Projeto Life Long English Course, projeto da Cooperbom Turismo em parceria com o LCA e APPI). 2. Uendi Morais Barreto (Estudante de Arquitetura e atuante no voluntariado local) e 3. Alanna Oliveira Magalhães (Arquiteta e atuante do voluntariado na região de Fortaleza - CE).
O Projeto CUSPYDAL é uma cooperação entre a Europa (Eslováquia e Itália, Macedônia do Norte) e a América Latina (Brasil, Costa Rica e Uruguai), promovendo a capacitação e inclusão social de jovens com poucos recursos nas duas regiões. 
A COOPERBOM TURISMO é a organização Brasileira parceira do Consórcio representando o Brasil. 
O principal alvo do projeto:  os jovens desfavorecidos (NEETs, jovens de áreas rurais pobres) na Europa e na América Latina. 
Principal Objetivo: jovens das duas regiões trabalhadores em organizações parceiras e jovens desfavorecidos dos países parceiros. 
Pesquisa: A exclusão de jovens da educação é substancial na região da América Latina, segundo o Banco Mundial, que em um Relatório específico (2016) destacou o desafio da exclusão educacional na América Latina, identificando sua conexão com desafios de longo alcance como baixa qualidade da educação, desigualdade econômica, baixa qualidade de oportunidades educacionais e desafios de subgrupos específicos na sociedade. O Relatório também confirmou a correlação entre desistências educacionais e alto desemprego juvenil. 
O Eurostat quantificou em mais de 122 milhões de pessoas (24% da população da UE 28) o número de pessoas em risco de pobreza e exclusão social em 2014. As taxas elevadas de desemprego juvenil são também um desafio crucial, com 18,7% dos jovens 15-24 excluídos do mercado de trabalho. A exclusão da educação representou 10,7% da população da UE entre 18 e 24 anos em 2016. 
No Brasil a taxa de desemprego entre os brasileiros com idade de 18 a 24 anos ficou em 27,3% no primeiro trimestre (2019), conforme dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados em 16/05/2019 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 
Atividades do Projeto: 
-  Pesquisa sobre as melhores práticas de ONGs (Organizações Não Governamentais) na Europa e América Latina relacionadas ao desenvolvimento de liderança para engajamento ativo e inclusão social de jovens desfavorecidos, processados ​​em um Curso de Formação, promovendo as competências dos participantes na melhoria das qualificações e desenvolvimento do potencial de liderança dos jovens desfavorecidos.
- YE – Youth Exchange (Intercâmbio Juvenil) para os jovens desfavorecidos com o objetivo de transmitir habilidades transversais para a realização pessoal (flexibilidade, cooperação, senso de iniciativa e empreendedorismo, pensamento orientado por objetivos) e promover o potencial de liderança para um maior envolvimento em suas próprias comunidades. Os participantes produzirão um plano de atividades para uma iniciativa social voltada para o enfrentamento de questões enraizadas em suas próprias comunidades.
- Conferências de Stakeholders nos países parceiros, convidando as partes interessadas nacionais para conhecerem os resultados do projeto, bem como os planos de atividades desenvolvidas pelos participantes do YE (Intercâmbio). As melhores ideias serão apoiadas por meio de orientação e mentoria, promoção e ativação de mecanismos de financiamento coletivo. As conferências serão replicadas como uma estrutura regular de coordenação entre as partes interessadas e potenciais líderes de jovens.
- Plataforma Web que armazenará os módulos de e-learning para empreendedores e jovens aspirantes ao empreendedorismo. 
Dentre as atividades programadas estão: 1. Curso de Formação Internacional em Liderança Juvenil  (Learning to Empower) realizado de 24 a 31 de julho na Sardenha (Itália) do qual as selecionadas Tatiana Nascimento, Uendi Barreto e Alanna Magalhães participaram; oficinas e workshops locais e o Intercâmbio internacional a ser realizado na Costa Rica em dezembro. 


    Créditos: Projeto Cuspydal - Cooperbom Turismo 

Para a Coordenadora Nacional do Projeto, Maria Morais, o curso de formação internacional em Liderança Juvenil (Learning to Empower) oportunizou às participantes o acesso às ferramentas da educação não-formal que serão utilizadas para a formação de jovens líderes em suas comunidades onde as devolutivas do projeto serão oferecidas no mês de agosto. A semana de atividades foi intensa e ofereceu aos 24 participantes dos 6 países um momento único para criar network, aprender novas técnicas de liderança e desenvolver capacidades e habilidades além de melhorar o inglês, língua utilizada para as atividades do projeto. 
Para as participantes Tatiana Nascimento, Uendi Barreto e Alanna Magalhães, foi extremamente gratificante estarem participando do curso e das atividades relativas ao projeto durante os 8 dias de formação na Itália, o que permitiu a elas acesso a informações relevantes no processo de aprendizagem sobre liderança juvenil, no desenvolvimento das atividades para aplicação no intercâmbio e no uso das ferramentas da educação não formal, além da interação e network.
O Projeto lançará em breve uma plataforma e-learning para acesso às ferramentas desenvolvidas durante o curso de formação e as quais serão aplicadas durante o intercâmbio que ocorrerá na Costa rica no mês de dezembro próximo. 
Stakeholders interessados em apoiar as atividades do projeto a nível local, contate a Cooperbom Turismo por email: cooperbomturismo@hotmail.com
                         
Tags:#erasmusplus #cuspydalproject #mobilitycuspydal #capacitybuildingptojects #cooperbomturismoilheus #cooperbomturismo

CHAMADA PARA O VOLUNTARIADO EM ILHÉUS

A Cooperbom Turismo, organização sem fins lucrativos, localizada em Ilhéus, Bahia, desde 2007 vem atuando como capacitadora de jovens com poucas oportunidades, preparando-os para o mercado de trabalho, empreendedorismo e o idioma Inglês, através de diversas ferramentas da educação não formal em workshops, oficinas e intercâmbios, em parceria com outras organizações e programas de âmbito internacional como o Programa Erasmus+ da União Europeia com parceiros europeus, africanos e asiáticos, visando oportunizar a mais jovens da região a formação internacional valorizando as competências e habilidades de cada participante.
Para cooperar com a formação de um jovem, qualquer pessoa ou empresa pode participar, a Cooperbom Turismo disponibiliza produtos turísticos para através das vendas angariar recursos para a realização de projetos locais como a Horta Vertical e o curso de Italiano para as crianças da Creche Renascer cuja fachada foi recentemente pintada pelo gênio do grafite o ilheense Rildo Foge, voluntário desde 2008; o Curso de Inglês - Life Long English Course, para os alunos e professores do Ceep do Chocolate Nelson Schaun; o Projeto de Educação Ambiental com a Escola D. Pedro II e outros já finalizados.
Estão abertas as inscrições para voluntários para o projeto Sala Verde e  o de Turismo Sustentável. 
O Projeto Sala Verde é um programa do Ministério do Meio Ambiente que promove a educação ambiental para alunos das escolas públicas e comunidade. 
O Projeto de Turismo Sustentável promove ações voltadas à sustentabilidade do turismo através de ferramentas da educação não formal para jovens e interessados em melhorar a economia do turismo, em parceria com a Impact Travel Alliance - ITA, rede de profissionais do turismo com hubs presentes em mais de 30 cidades pelo mundo onde Ilhéus se situa juntamente com São Paulo, ao lado de cidades como Atenas, Jacarta, Londres, São Francisco e Toronto.
Qualquer pessoa pode participar do Programa de Voluntariado que a Cooperbom Turismo oferece com acesso a baixo custo do curso de inglês (qualidade material pedagógico da Cambridge University Press), treinamentos e capacitações voltados para as diversas ações de impacto social.
As inscrições estão abertas. Seja um voluntário ou apoiador das ações para promover capacitação a um jovem com poucas oportunidades e melhorar a economia do turismo de Ilhéus.
Horário de funcionamento: 
Agencia de Turismo e Voluntariado: Segunda, Quarta e Sexta das 14 às 18hs.
Curso de Inglês: terças e quintas das 18:30 às 19:30.
E-mail: cooperbomturismo@hotmail.com

Parceiros nas Ações Sociais: Cambridge University Press, LCA - Language Centre for All, Acanthus Travel Viagens e Turismo, Ceep do Chocolate, APPI - Associação dos Professores de Ilhéus, ATIL - Associação de Turismo de Ilhéus dentre outros.

Voluntario Parceiro: VOCÊ !