domingo, 30 de novembro de 2008

FAÇA A DIFERENÇA! "PROJETO COOPERBOM TURISMO PARA O TURISMO RESPONSÁVEL E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL"

A pedido da Assembléia das Nações Unidas, em 1983, a Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e desenvolvimento elaborou um relatório denominado “Nosso futuro Comum”, publicado em 1987, definindo que o crescimento econômico, a equidade social e o equilíbrio ecológico são vertentes do desenvolvimento sustentável.
Tendo isto em mente alcança-se o turismo sustentável como conceito, especialmente quando os destinos são pontos que possuem como destaque suas belezas naturais. Só há sustentabilidade, neste caso, quando o objetivo comercial é acompanhado pelo respeito pelo meio ambiente, cultura e pelo desenvolvimento das comunidades locais, uma vez que perdidas estas características também é perdido o atrativo daquele destino.
A Organização Mundial do Turismo – OMT – prevê 14 milhões de turistas estrangeiros para o Brasil em 2020 e só internamente são cerca de 60 milhões de brasileiros deslocando-se pelo território nacional – público considerável a qualquer ramo de negócio.
No entanto, esta conquista depende não somente das agências e operadoras de turismo, mas de todos os segmentos da economia para a minimização dos impactos ambientais gerados pelo turismo e sem comprometer a lucratividade das empresas – dentre estas as que englobam o universo que mais gera emprego e renda no Brasil: as micro, pequenas e médias empresas.
O turismo envolve uma vasta cadeia, como comércio e prestadores de serviços, setores onde estão concentradas a maioria das micro e pequenas empresas. Trabalhar com turismo gera emprego, renda e desenvolvimento pode-se encontrar alguns exemplos no mercado de empresas conceituadas que já fazem do turismo sustentável um produto viável, que apóiam ações sociais e de desenvolvimento às comunidades locais.
Pensando assim, em apoio às organizações que visam o turismo responsável e o desenvolvimento sustentável, a Cooperbom Turismo foi criada em novembro de 2007 partindo do estudo elaborado por dois de seus diretores o Cel. Winston Meireles e Mariah Morais que apoiados por dois outros coronéis das Forças Armadas, o Cel. Jamil Rodrigues e o Ten. Cel. Jailton Gomes, o Ex-bancário e presidente do Lions Clube Pontal Jehovah Moura, o vereador Antônio Bezerra, o Cap. Álvaro Evangelino, o engenheiro Luís Maia, o médico e Cap. Gutenberg Lucena, juntamente com professores, donas-de-casa, estudantes de diversas áreas, engenheiros, enfim, pessoas que se interessaram e abraçaram o projeto da Cooperativa que tem entre seus projetos o desejo de gerar emprego e renda para a região ao desenvolver suas atividades de turismo responsável e sustentável. Um sonho concretizado e que cresce com a adesão de novos cooperados não somente de Ilhéus e região, de Salvador, mas de outros estados da federação, como RJ, SP e Distrito Federal, que também acreditam no poder de transformação que o cooperativismo tem para a sociedade.
A Legacoop Tourism é uma rede internacional de cooperativas de turismo, com sede na Itália, é parte da TICA - Associação Internacional de Cooperativas de Turismo a qual mantém a Cooperbom Turismo informada sobre o movimento cooperativo para o turismo no mundo inteiro e está atuando no processo do turismo responsável inclusive no Brasil, e justifica o desenvolvimento dos projetos nesta área porque as críticas ao turismo deram início ao movimento do turismo responsável cuja filosofia é o centro de interesse da comunidade local que hospeda o turista.
Para o Presidente da Legacoop e Coordenador da TICA, Sr. Maurizio Davolio, a comunidade tem o direito de decidir livremente se quer ou não desenvolver e fortalecer o turismo e que tipo de turismo ela deseja, quais suas expectativas e regulamentos. O turismo deve respeitar o meio ambiente dentro do modelo de sustentabilidade e deve também respeitar a cultura local e sua herança artística, suas crenças religiosas e tradições, costumes e estilo de vida; no turismo responsável é o turista quem deve se adaptar à localidade e sua cultura e não o contrário.
A cozinha deve ser tipicamente local, com ingredientes produzidos na localidade e não importados. A comunidade deve ser atuante neste processo, obviamente que todos devem ser treinados para receber bem o turista, qualidade e hospitalidade são palavras de ordem. Outro ponto importante é a qualidade dos eventos, que devem ser genuínos da localidade, as oportunidades para que os turistas e a população local se encontrem e se conheçam devem ser criadas dentro do modelo de convivência e respeito mútuo.
Neste tipo de turismo a prioridade é o que for melhor para a comunidade mas também prover vantagens ao turista que viverá experiências valiosas em comparação ao turismo convencional. Desta forma, o turista voltará para casa satisfeito e extremamente gratificado.
Ainda segundo o Sr. Davolio, o movimento cooperativo abre novos caminhos para o turismo. Os ideais do turismo responsável e sustentável estão muito próximos dos ideais do movimento cooperativo e fazem parte da nossa história.
O turismo requer comprometimento de todos que querem seu crescimento e não somente por ser a maior indústria em franco desenvolvimento, mas porque traz grandes expectativas, é um fenômeno não apenas na escala econômica mas também a nível social e cultural, se for corretamente entendido e gerido, pode encorajar o entendimento entre diferentes culturas, quebrando preconceitos, criando intensa colaboração e construindo laços fortes de amizade, bem como contribuindo para o processo de paz e luta contra a pobreza, mitigando as diferenças sociais.
As Cooperativas são capazes de, devido ao seu processo histórico e os valores que as respaldam, fazer a contribuição significante para o desenvolvimento adequado do turismo.
A Cooperbom Turismo está pronta para aplicar e desenvolver o turismo responsável e sustentável regional e a nível de país, pois foi criada a nível nacional, e convida a todos que querem participar do processo para conhecer este projeto no qual se beneficiará viajando a preços cooperativos ao mesmo tempo em que fará a diferença participando do crescimento econômico, social e cultural da comunidade.
Seja um cooperado e participe do desenvolvimento do turismo regional. Faça a diferença!
Informações: Tel:+55 73 3231 5563 das 14 às 18hs, de segunda a sexta-feira, ou via e-mail: cooperbomturismo@hotmail.com
Fontes:
Ministério do Turismo

Nenhum comentário: