domingo, 3 de agosto de 2008

Museu da Língua Portuguesa tem mostra temporária sobre Machado de Assis

Fachada Central do Museu da Língua Portuguesa em São Paulo.
Escritos de Machado de Assis em seu diário.
Maria Morais no Hall do 1º andar do museu indicando as diversas salas.
Cel. Winston Meireles em frente ao telão com o histórico da Língua Portuguesa
Objetos que refletem a influencia de outras línguas.
Objetos de origem hispânica.
Objetos de origem africana que remetem à influência da África na nossa língua portuguesa.
Objetos que pertenceram a Machado de Assis.
Fachada do museu na Estação da Luz.
Hall de entrada do museu.
Livros em exposição na mostra do grande escritor brasileiro.
Machado de Assis com amigos.
Retrato de Machado de Assis

Aproveitando a viagem à São Paulo, o Diretor Presidente da Cooperbom Turismo e Maria Morais visitaram o acervo do Museu da Língua Portuguesa onde puderam checar a exposição sobre o grande escritor brasileiro Machado de Assis em homenagem ao centenário de sua morte. A exposição "Machado de Assis: mas este capítulo não é sério", que é temporária, compreenderá o período de 15 de julho a 26 de outubro. O objetivo da mostra é desfazer a concepção de autor clássico com obras para leitura obrigatória ao vestibular. "Machado de Assis é muito mais divertido que a obrigatoriedade. Essa é a mensagem que queremos passar aos visitantes", afirma o curador Vadim Nikitin, que divide o cargo com Cacá Machado e conta com a consultoria de José Miguel Wisnik.
Ao entrar no museu, o visitante tem a impressão de fazer parte de um livro. Dividido em capítulos, o primeiro corredor da exposição apresenta as muitas facetas de Machado de Assis, de acordo com suas principais obras. "Entre tópicos estão sua face jornalista, suas musas e seu principal enredo: a escravidão. Há também um capítulo reservado para a sandice e a loucura", afirma Nikitin.
No fim do primeiro corredor, o público passa por uma ´biblioteca cinema´ que transmite trechos de obras do autor lidos por diversas personalidades. Já no segundo corredor, há uma cronologia da vida de Machado de Assis. O espaço desemboca em uma sala de leitura, onde as pessoas são convidadas a pegar um dos 400 livros disponíveis e ler a vontade como se estivessem em uma biblioteca.

O Museu da Língua Portuguesa ou Estação Luz da Nossa Língua é um museu interativo sobre a língua portuguesa localizado na cidade de São Paulo no histórico edifício Estação da Luz, no Bairro da Luz, concebido pela Secretaria da Cultura paulista em conjunto com a Fundação Roberto Marinho, tendo um orçamento de cerca de 37 milhões de reais (14,5 milhões de euros).
O objetivo do museu é criar um espaço vivo sobre a língua portuguesa, considerada como base da
cultura do Brasil, onde seja possível causar surpresa nos visitantes com os aspectos inusitados e, muitas vezes, desconhecidos de sua língua materna. Segundo os organizadores do museu, "deseja-se que, no museu, esse público tenha acesso a novos conhecimentos e reflexões, de maneira intensa e prazerosa". O museu tem como alvo principal a média da população brasileira, composta de pessoas provenientes das mais variadas regiões e faixas sociais do país, mas que ainda não tiveram a oportunidade de obter uma idéia mais precisa e clara sobre as origens, a história e a evolução contínua da língua. Um passeio imperdível!
O museu da Língua Portuguesa fica na Praça da Luz, s/nº - Centro - São Paulo - SP. Funciona de terça-feira a domingo, das 10h às 18h, com o fechamento da bilheteria às 17h. O preço do ingresso é de R$ 4,00 e aos sábados a visita é gratuita.

Nenhum comentário: